LiveZilla Live Chat Software
Telefonia IP | Qual a estrutura ideal para usá-la?

A telefonia IP configura-se por um sistema de equipamentos e..

Telefonia IP | Qual a estrutura ideal para usá-la?

Telefonia IP | Qual a estrutura ideal para usá-la?

A telefonia IP configura-se por um sistema de equipamentos e tecnologias que utilizam o protocolo IP. Cada vez mais empresas estão deixando a telefonia convencional e migrando para este modelo, por motivos de economia, praticidade e segurança de suas operações. Não confunda Voip com telefonia IP. Chamamos de Voip a operação telefônica em si, com sua tecnologia. A telefonia IP é a encarregada por dar suporte para que as chamadas via Voip funcionem com qualidade.
Para saber mais sobre a diferença entre telefonia Voip e telefonia IP leia este nosso artigo
A principal diferença entre a telefonia IP para a convencional é o uso de internet, sem precisar dos sinais de operadoras. Assim, é possível trabalhar com encaminhamento de chamadas, chamadas em espera, entre outros serviços, já que utiliza o formato em bits para trafegar pelas redes. A boa notícia é que estruturar uma rede de telefonia IP não demanda grandes investimentos, já que boa parte de cabos da telefonia convencional é dispensada. Aliás, se você já tem estrutura de telefonia convencional, alguns desses itens são aproveitáveis. Saiba mais adiante. A telefonia IP não é hierárquica, já que é baseada em roteamento e transporte de pacote de dados pela internet. Vários equipamentos podem se interligar entre si sem depender de estar no mesmo local, apenas ficam conectados por essa tecnologia. O coração do sistema é a Rede ITSP (Inteligence Telephony Service Provider), ao qual todos os outros aparelhos estão conectados. Outra parte importante dessa estrutura é a Rede Pública de Telefonia Fixa Comutada, ou também chamada de STFC. A conexão entre ambos é fundamental para o bom funcionamento das chamadas por voz, sem interrupções. O STFC é o sistema responsável pela realização da chamada entre empresa e residência de qualquer parte do mundo. A ele, são conectados os sistemas PABX, de maneira digital. A rede IP é interligada, também, a terminais telefônicos convencionais. Assim, caso você esteja migrando de outro sistema para a telefonia IP, verifique quais dos equipamentos já possuem suporte para integrar o novo modelo. Muitos deles já vêm preparados para múltiplos usos e permitem diversas funcionalidades adicionais ao serviço de telefonia.

Como estruturar uma rede de Telefonia IP

Para estruturar a sua telefonia IP, será necessário investir também em terminais telefônicos de IP. Este é um equipamento específico para transmitir as chamadas em voz nesse tipo de rede. Toda a comunicação por voz é suportada pelos protocolos e as funcionalidades deste sistema. É importante frisar que as funcionalidades podem variar de acordo com o plano contratado. Dependendo da necessidade da sua empresa, pode se fazer necessário a instalação de terminais multimídia. São computadores que cumprem a mesma função dos terminais telefônicos IP, porém, com a funcionalidade de uma máquina de informática. É muito recomendado para call centers, já que permite algumas consultas em tempo real nos dados da empresa. Após essa parte, é preciso intermediar a comunicação entre IP e STFC. O aparelho de Gateway transforma a voz analógica em digital a fim de ser transmitida em tempo real via internet, além de converter a sinalização para chamadas telefônicas. Para realizar o controle dessas chamadas pelo Gateway, são utilizados aparelhos de Gateway Controller. Por meio dele, é possível comandar os gateways para iniciar, acompanhar e terminar chamadas em mais de um terminal distinto. Para realizar os serviços em três ou mais terminais simultaneamente, é preciso instalar o Multipoint Control Unit. O equipamento consiste na união entre processador e controlador multiponto, a fim de processar os dados de voz de cada chamada. O gerenciamento do conjunto desses equipamentos exige outro processador chamado Gatekeeper. Todas as máquinas aqui mencionadas, dedicadas à tecnologia IP, necessitam que seja traduzido o endereçamento de cada um deles, controlar seus acessos e a quantidade de banda utilizada. Outras funções dessa tecnologia englobam a autorização de chamadas, serviços de lista telefônica, gerenciamento das chamadas, entre outros recursos. É muito comum que seja necessário mais de um Gatekeeper. Assim, a comunicação entre os dois terminais é explorada principalmente em chamadas de longa distância, quando mais desempenho é exigido por parte da estrutura. Por fim, todo esse conjunto de equipamentos é loteado em áreas chamadas Zonas. É obrigatório que a zona contenha um terminal, e funciona com um único Gatekeeper – não pode ter mais de um. Equipamentos como o Gateway ou o MCU são facultativos nesse conjunto. Basicamente, zonas podem ser compostas por diversos equipamentos de telefonia IP que agregam um código de área específico de uma localização geográfica. Além da estrutura de telefones, a telefonia IP requer a instalação de protocolos para obter sucesso na comunicação tanto entre as zonas, quanto direto com o receptor das chamadas. Conclusão Embora em um primeiro momento possa parecer complexo, a telefonia IP é a mais utilizada em diversas empresas. Todos os equipamentos ficam conectados via internet, de modo que dispensa cabos e conexões físicas que encarecem o custo. Tudo isso além da praticidade de poder trabalhar com um sistema que  não obriga que todos os colaboradores concentrem-se em um único endereço ou localidade.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Receba nossa newsletter

Contato

Av. José Bonifácio, 394, sala 302, Fátima - Belém - PA - CEP: 66090-363

Fones: Belém - (91) 3221-4996 | SP - (11) 2626-4364 | RJ - (21) 3005-0502

Email: atendimento@brasilconnecting.com.br